Boto é flagrado preso por anzol nos Molhes da Barra, em Laguna

0
17
Boto ficou preso no anzol — Foto: Cida Hoffmann/ Reprodução NSC

Uma força-tarefa formada órgãos ambientais de Laguna, no Sul catarinense, foi criada para fazer buscas por um boto-pescador, que foi flagrado preso por um anzol arrastando um cordão nas mediações do canal dos Molhes da Barra. A previsão é de que os trabalhos comecem a partir da manhã de terça-feira (14).

Entre os órgãos envolvidos estão representantes do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), Polícia Militar Ambiental, ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) e Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos. A ideia é tentar encontrar o animal e fazer o registro em fotos.

Segundo o pesquisador Pedro Castilho, do Projeto de Monitoramento de Praias, a solução é considerada delicada e as imagens vão servir como informação para nortear o trabalho e analisar as condições de saúde do animal.

Ainda de acordo com o pesquisador, inicialmente a captura do bicho para a retirada do apetrecho de pesca da nadadeira dorsal está descartada. Enquanto os órgãos ambientais procuram uma intervenção segura, um veterinário acompanha o animal.

No início do mês, outro boto-pescador apareceu com um saco de lixo preso na nadadeira dorsal na região.

Por G1 SC e NSC TV

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui