Fim de semana termina com 10 mortes em acidentes de trânsito nas rodovias de SC

0
25

Acidentes de trânsito nas rodovias de Santa Catarina resultaram em, pelo menos, 10 mortes neste fim de semana. As colisões foram registradas entre sábado (28) e domingo (29), nas regiões do Vale do Itajaí, Sul, Norte, Oeste e Grande Florianópolis.

Metade das vítimas eram jovens com idade entre 16 e 28 anos de idade, e, das dez mortes, quatro foram de motociclistas, conforme informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Militar Rodoviária (PMRv). O acidente mais grave aconteceu na noite de domingo, em Joinville, no qual três pessoas morreram em uma colisão envolvendo uma moto e um carro. Entre as vítimas está um bebê de um ano de idade.

O primeiro acidente do fim de semana foi registrado ainda na madrugada de sábado. Um jovem de 21 anos morreu atropelado na BR-470, em Indaial, às 2h20min. Ele foi atingido por um caminhão Volkswagen Constellation 24.280, com placas de Apiúna, dirigido por outro jovem de 25 anos.

No início da manhã, por volta das 6h30min, um homem de 53 anos morreu na BR-101, em Tubarão. Ele estava na carona de uma Yamaha YBR, com placas de Meleiros, que teve a traseira atingida por um automóvel Fiat Strada, de Capivari de Baixo. O motociclista, um homem de 51 anos, ficou gravemente ferido e foi socorrido no local. O motorista do carro, um jovem de 25 anos, não teve ferimentos.

À tarde, um motociclista de 26 anos morreu na SC-157, no município de Coronel Freitas, no Oeste. Ele conduzia uma Kawasaki z900, com placas de Chapecó, que teria saído da pista e colidido contra uma defensa metálica. O acidente aconteceu às 16h15min.

Ainda sábado, no início da noite, um homem de 42 anos morreu na SC-350, em Rio do Sul. Ele conduzia uma motocicleta Kawasaki Ninja, com placas do município, que se envolveu em uma colisão traseira com uma Toyota Hilux também de Rio do Sul. O acidente aconteceu às 18h50min.

Domingo terminou com seis mortes
No domingo, outras seis pessoas perderam a vida nas estradas. Por volta das 4h, um jovem de 19 anos morreu em um acidente entre um automóvel e um ônibus na BR-470, em Apiúna. Ele era passageiro de um Chevrolet Classic com placas do município. Outra passageira do automóvel teve lesões leves. O condutor do carro ficou gravemente ferido e foi socorrido no local. O motorista do caminhão não teve ferimentos.

Também durante a madrugada, um adolescente de 16 anos morreu atropelado na BR-101, em Biguaçu. A vítima foi atingida por um Audi A3, com placas do município. O atropelamento aconteceu às 4h20min.

No início da noite, uma mulher de 40 anos morreu na BR-101, em Itapema. Ela estava em uma bicicleta que foi atingida por um caminhão às 19h15min. O veículo e o condutor não foram identificados, segundo a Polícia Rodoviária Federal.

Na noite de domingo, três pessoas morreram na SC-108, em Joinville. A colisão envolveu uma Honda CG 150, de Joinville, um Toyota Bandeirantes, com placas de Guaraniaçu (PR), e um Citron C3, às 19h40min.

A motocicleta transitava em direção a Jaraguá do Sul quando teria colidido de frente com a Toyota quando tentava fazer uma ultrapassagem em local proibido, de acordo com a Polícia Militar Rodoviária.

Duas passageiras da Toyota, a mãe e a esposa do motorista, e uma menina de 1 ano de idade foram lançadas para fora do veículo e atropeladas pelo Citroen.

A mãe do motorista, de 58 anos, e o motociclista, de 28 anos, morreram no local do acidente. A esposa e o bebê foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). A criança deu entrada no hospital em estado grave, conforme a PMRv, e morreu na unidade por volta das 23h30min.

Santa Catarina liderou acidentes em BRs ano passado
O número de acidentes registrados nas rodovias federais de Santa Catarina foi o maior do país em 2018. Oito em cada 10 colisões registradas ano passado tiveram uma pessoa morta ou ferida, conforme um levantamento divulgado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT).

A quantidade de acidentes a cada 100 km de BRs foi 3,5 vezes maior do que a média nacional — foram 188 colisões no Estado e 82 no país, levando em conta essa distância).

Foi também em Santa Catarina que aconteceu o maior número de acidentes com motociclistas nas BRs, correspondendo a 13,7% do total registrado no Brasil, segundo o levantamento da CNT.

Além disso, mais de uma morte por dia foi registrada nas rodovias federais durante o ano passado, colocando SC na 4ª colocação do ranking. Ao todo, 386 pessoas perderam a vida nas BRs do Estado em 2018.

(Por Redação DC)