Mais de oito mil pessoas são atingidas por temporal no Paraná

0
462

Mais de oito mil pessoas foram atingidas no Paraná no temporal que caiu em algumas cidades nesta quinta-feira (30), principalmente durante a madrugada e o início da manhã. Esse número foi informado pela Coordenação Estadual de Proteção e Defesa Civil, por volta das 14h.
Um bebê de oito meses morreu em Guarapuava, na região central do estado, ao ser arrastado pela enxurrada.

As cidades que tiveram danos por causa da tempestade foram:

Curitiba
Rio Branco do Sul (Região Metropolitana de Curitiba)
Colombo (Região Metropolitana de Curitiba)
Pinhais (Região Metropolitana de Curitiba)
Piraquara (Região Metropolitana de Curitiba)
Quatro Barras (Região Metropolitana de Curitiba)
São José dos Pinhais (Região Metropolitana de Curitiba)
Guarapuava (região central do Paraná)
União da Vitória (região sul do Paraná)
Antonina (litoral do Paraná)
Contenda (Região Metropolitana de Curitiba)
Araucária (Região Metropolitana de Curitiba)
Casas foram destelhadas, árvores caíram e ruas ficaram alagadas. Milhares de pessoas ficam sem luz, e houve ainda falta de água. Em Curitiba, o trânsito ficou complicado pela manhã.

Além da chuva, granizo e ventos fortes foram registrados.
As cidades mais atingidas foram Rio Branco do Sul e São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Duas mil pessoas foram afetadas pelo temporal em casa uma das cidades.

Após temporal, moradores de Rio Branco do Sul fazem fila para pegar lona e proteger casas destelhadas
Em Pinhais, 400 residências tiveram danos. Segundo a Defesa Civil, 1,6 mil pessoas tiveram problemas por causa da chuva.

Lonas estão sendo distribuídas pela Defesa Civil para as pessoas que tiveram as casas destelhadas.

(Abaixo imagem da casa onde o bebê morreu, depois de ser arrastado pela chuva em Guarapuava — Foto: Murilo Souza/RPC/Fonte G1)